23 janeiro 2013

Você vai ,me ouvir ?



Oi gente,
Desde que inauguramos o blog, em novembro de 2011, sempre tive a vontade de ter uma coluna específica pra falar das coisas do dia-a-dia, e como elas  nos afetam.
Um ano e pouco já se passou,fizemos outros blogs e muitos amigos, mas a tal coluna não foi feita.
confesso que muitas vezes por pura preguiça de escrever,outras por não saber mesmo como colocar em palavras muitas coisas que vejo e sinto.
E do que vamos falar?
Do dia, da noite, do frio, do calor, de novela, de família,enfim,de tudo que faz a gente pensar.
E o que me chamou a atenção recentemente foi um filme, quero compartilhar com vocês o que penso sobre ele .
Semana passada eu assistia a este filme com meus sobrinhos adolescentes.
Não estava prestando muita atenção, estava mais ali só pra curtir a presença deles.
Até que algumas cenas começaram a prender a minha atenção.
O ator principal era Adam Sandler, e o filme , Zohan, o agente bom de corte.


Já assistiram ?
Nada contra o Adam, até acho aquele vozinha chata dele (na tradução em português) engraçada.
Mas o filme, que se pretende uma comédia, decepciona.
Com cenas que dão close várias vezes na região da genitália do personagem,e nestas horas os adolescentes riam muito , fiquei eu ali no meio, parada sem atitude, achando aquilo muito patético.
Fico com pena dos jovens e crianças expostos hoje a tanto lixo que é comercializado.
Minha vontade ?
Deligar a tv e dar uma 'palestra' sobre sexualidade,rsss...
Nem tanto, gente,não foi isso que eu fiz na hora,mas depois...
Claro que os adolescentes tem uma curiosidade natural para o sexo, mas o que me incomoda é que eles aprendam isto de maneiras distorcidas.
Temos ouvido tanto a expressão " banalização do sexo", que está ficando mecânico, e não sabemos muito bem o que fazer de efetivo.
Mas calma, a pior parte ainda está por vir, depois de termos que ver closes e mais closes da região pubiana do 'agente', vem a parte em que ele começa a trabalhar em um salão de beleza como cabeleireiro.
O pio é ele trocar de profissão ?
Claro que não, rss, o pior é como ele recebe suas clientes,chega a ser irritante.
Explico, entre uma lavada de cabelo e outra , ele se roça nas clientes, que são senhoras de meia idade, chupa-lhes a orelha e se contorce sensualmente (?) .
No outro dia há uma fila de virar o quarteirão, muitas 'senhoras' querendo ser ' atendidas' por ele, que depois de fazer o penteado,as leva a uma sala reservada, de onde elas saem aos frangalhos.
Além de tudo isso, paralelamente o besteirol corre solto.
Você pode me perguntar, você não assiste comédias dona moça?
E eu te respondo, sim, e até um ou outro besteirol.
Mas há pontos neste filme que são por demais grotescos pra mim.
Como a cena em que ele fala com um dos cabeleiros do salão que ele deve ter mais atitude, aprender a tratar as clientes.
Neste ponto há uma senhora no lavatório, ele se aproxima pra lavar-lhe os cabelos e  encosta o órgão genital nela, fazendo movimentos.
Eu vi isso, alguém me belisca por favor!
Daí o ele manda o rapaz se aproximar e também se encostar na senhora, que fica com a cara de quem está em estado de 'graça'.
Será que há graça nisso?
Alguém poderia dizer para esses senhores o quanto é desagradável, pra dizer suavemente, quando um 'espertinho' se aproveita pra roçar em nós mulheres?
Que isto é crime, coação, imoral e não tem a miníma graça ?
O filme mostra mulheres ensandecidas, loucas pra serem apalpadas pelo tal do Zoran.
Nem o fundo político do filme , que fala sobre os estrangeiros e como eles são mal tratados em Nova York, salva esta produção .

"filme conta a historia de Zohan Dvir (Adam Sandler) que é umagente do alto comando militar de Israel, ele finge sua própriamorte em um ataque de seu arquinimigo, o terrorista Fantasma(John Tururro), para realizar o sonho de sua vida: tornar-secabeleireiro em Nova York. Ao chegar aos Estados Unidos sua 1ªparada é no salão de seu ídolo Paul Mitchell (John Paul DeJoria),onde assume a identidade de Scrappy Coco. Ridicularizado por seu jeito antiquado, Zohan não consegue o emprego sonhado. Ele busca então se adaptar à vida na nova cidade, até serdescoberto por seus antigos inimigos."

Pela sinopse não temos como avaliar que o filme contem tanto blefes, mas este filme está com certeza na minha lista de NÃO ASSISTA!
Pessoal, eu quero falar !
Vocês vão me ouvir ?
Obrigada pela sua presença, fala também , eu te ouço !

Beijo ...



Já participou ?

Clique na imagem .
Lílian Almeida -Administradora

Vera Lúcia Freire-Colaboradora